Area News

Vocaciones “ven y sígueme”

Como Santo Antônio foi escolhido o Protetor da Custódia?

Como foi esclarecido pelo Padre Giuseppe Nazzaro em uma carta circular em 1995, a história da Custódia sempre foi marcada pela constante devoção a certos santos de origem portuguesa. Porém, foi somente no início do século XX (em 28 de junho de 1920) que Santo Antônio foi escolhido como “especial patrono e protetor da Custódia”.

Em 1917, a Palestina, assim como o resto do mundo, estava em estado de Guerra. O conflito era entre os ingleses e turcos. As autoridades da Turquia, que era aliada da Alemanha, fizeram uma troca. Cidadãos europeus, incluindo religiosos, são expulsos. Para dizer a verdade, os frades franciscanos italianos permanecem no país. Com isto, o governador turco de Jerusalém, Giamal Pascia, decretou que eles fossem presos. A ordem era pra ser cumprida tão logo o decreto oficial entrasse em vigor, o que deixaria os Lugares Santos sem seus guardiães católicos.

O presidente da custódia, Padre Eutimio Castellani, clamou por orações fervorosas em todos os conventos da Custódia em uma série de três tríduos em honra a Santo Antônio de Pádua. Os tríduos ocorreram entre 22 e 27 de abril e eram decisivos porque o decreto já havia entrado em vigor. “Na manhã do terceiro dia do tríduo” conta um historiador daquele período, “o Patriarca de Jerusalém se encontra com Giamal Pascia, a quem pediu a benção de seu bispo auxiliar, Mons. Piccardo, que estava severamente doente”. Para sua grande surpresa “ele disse que não receberia a benção pedida através dele, mas através dos padres e religiosos franciscanos”.
Esta não foi nem a primeira nem a última das tribulações de guerra, mas foi o momento que o Padre Eutimio Castellani renovou seu desejo – expresso em outras circunstâncias – de selecionar Santo Antônio de Pádua como o santo padroeiro da Custódia.

Santo Antônio não esperou por este gesto filial para providenciar ajuda. Em novembro de 1917, os frades mais uma vez enfrentaram o risco de prisão. Mais uma vez, Santo Antônio foi invocado e desta vez, um telegrama chegou de Constantinopla no último dia do tríduo pedindo a revogação da prisão dos franciscanos. A ordem era que “os franciscanos da Terra Santa não fossem mais molestados, eles deveriam ser deixados em paz onde eles estivessem, porque são pacíficos e não estão envolvidos em política”.

Tradução: Frei Rodrigo da Silva Santos

MAB, with the help of Father Basilo Talatinian

Share
  • Julho
    • SE
    • TE
    • QU
    • QU
    • SE
    • SA
    • DO
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    • 6
    • 7
    • 8
    • 9
    • 10
    • 11
    • 12
    • 13
    • 14
    • 15
    • 16
    • 17
    • 18
    • 19
    • 20
    • 21
    • 22
    • 23
    • 24
    • 25
    • 26
    • 27
    • 28
    • 29
    • 30
    • 31

Calendário

01/04/2015 CELEBRAÇÕES

Gethsemane: 8.00 Mass (Passion sung) Holy Sepulchre: 8.00 Mass (Passion sung) & Daily Procession –10.00 Veneration of the Column – 16.00 Office

02/04/2015 CELEBRAÇÕES

Holy Sepulchre: 8.00 Entrance – The Lord's Supper & Procession of the Blessed Sacrament – 14.45 Office Cenacle – S. James – S. Mark: 15.30 Pilgrimage Gethsemane: 21.00 Holy Hour

03/04/2015 CELEBRAÇÕES

Calvary: 8.00 The Lord's Passion Via Crucis: 11.30 Holy Sepulchre: 16.00 Office – 20.10 Funeral Procession

05/04/2015 CELEBRAÇÕES

Easter Sunday Holy Sepulchre: 7.30 Simple Entrance – 8.00 Solemn Mass & Procession – 17.00 Daily Procession

06/04/2015 CELEBRAÇÕES

Emmaus (Qubeibeh): 10.00 Solemn Mass (Custos) – 14.30 Vespers Holy Sepulchre: 8.00 Solemn Mass – 17.00 Daily Procession

2011 - © Gerusalemme - San Salvatore Convento Francescano St. Saviour's Monastery
P.O.B. 186 9100101 Jerusalem - tel: +972 (02) 6266 561 - email: custodia@custodia.org