Area News

Vocaciones “ven y sígueme”

O testemunho dos frades franciscanos se fechou no Santo Sepulcro

Após três dias de encerramento, a porta do Santo Sepulcro voltou a abrir às quatro horas do dia 28 de fevereiro. A partir do domingo à tarde, apenas as comunidades religiosas grego-ortodoxa, franciscana e armênia que viviam no Sepulcro foram deixadas dentro da Basílica.
No terceiro dia de encerramento, pedimos aos frades franciscanos do Santo Sepulcro que dêem testemunho e nos asseguraram que a vida dentro da igreja não havia mudado. Aqui está o que o presidente da fraternidade franciscana e o sacristão nos disseram.

« Mesmo que não possamos sair, nossa vida diária é a mesma – explica por telefone P. Zacheusz Drazek, Presidente da Fraternidade franciscana no Santo Sepulcro -. Somos dez Frades e rezamos por todos os peregrinos ». O Frade de origem polonesa, há dois anos como Presidente, conta que se comunicam com o mundo externo através de pequena janela na grande porta de ingresso, através da qual recebem intenções de orações e presentes. « Temos ótimas relações com as comunidades ortodoxas e armenas e há tranquilidade e silêncio especial – afirma P. Zacheusz -. O aspecto diferente destes dias é quenossa cozinheira não pode entrar, somos nós Frades que devemos cozinhar ». Apesar do pesar de não poder acolher os peregrinos, o Presidente da Fraternidade franciscana no Santo Sepulcro explica que, no terceiro dia do fechamento, há serenidade entre os Frades.

« A vida no Santo sepulcro não muda com as portas cerradas – afirma também o sacristão franciscano Fr. SinisaSrebrenovic -. Sabemos que os pregrinos, que permanecem fora das portas, não sempre compreendem a situação. Temos recebido muito apoio de todo o mundo e também os guias locais que conheço nos asseguraram que explicarão o que está sucedendo ». Fr. Sinisa continua: « Hoje impressiona ver a basílica vazia, mas nós continuamos uma vida normal ». Depois da meia-noite, os gregos ortodoxos iniciam sua liturgia no Sepulcro, depois são os armenos, depois os franciscanos celebram missas, seja no Calvário como no túmulo de Jesus. «Apesar de não haver gente, cantamos a missa com a ajuda do órgão e, como sempre dantes, realizamos os ritos normais de nossa vida diária de manhã - conta ainda o Sacristão do Santo Sepulcro -. À tarde, então, realizamos a procissão diária, percorrendo toda a Basílica ». Para oFrade de origem croata escutar, aí dentro, os peregrinos cantando ali fora, sobre o átrio, é um sinal: « É um sinal porque os que vêm em peregrinação tem como meta o Sepulcro de Jesus e encontram a porta cerrada. Contudo, encontram esperança para rezar diante daquela porta cerrada ».

Fr. Sinisa recorda que, na História da presença franciscana, aconteceram outros momentos de ser fechado o Sepulcro. Por exemplo, no tempo em que o império otomano controlava o ingresso dos peregrinos. O controle de entrada era motivo porque uma família mussulmana tinha as chaves.
« No passado, mais vezes aconteceu que os Frades ficassem encerrados durante semanas no Sepulcro, mas sempre continuando a viver normalmente – afirma o Frade -.Estamos aqui em nome da Igreja, assegurando que haja oração contínua neste lugar santo ». Nestes dias, as relações entre as comunidades são muito boas, como já acontece há tempos. « Administramos esta situação em conjunto com os irmãos das outras comunidades, a partir do momento em que tivemos que fazer sair as pessoas a fim de fechar a porta».
A Fraternidade franciscana do Santo Sepulcro está unida em oração para os peregrinos. « Estamos pedindo que o Senhor os ilumine para que compreendam esta situação – afirma Fr. Sinisa -. Não é situação fácil. Não estamos aqui para fazer política, mas para proteger a presença cristã. Há oitocentos anos os Frades estão na Terra Santa e nosso objetivo sempre permanece o mesmo ».

Beatrice Guarrera

2018/02/27

Share
  • Novembro
    • SE
    • TE
    • QU
    • QU
    • SE
    • SA
    • DO
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    • 6
    • 7
    • 8
    • 9
    • 10
    • 11
    • 12
    • 13
    • 14
    • 15
    • 16
    • 17
    • 18
    • 19
    • 20
    • 21
    • 22
    • 23
    • 24
    • 25
    • 26
    • 27
    • 28
    • 29
    • 30

Calendário

01/04/2015 CELEBRAÇÕES

Gethsemane: 8.00 Mass (Passion sung) Holy Sepulchre: 8.00 Mass (Passion sung) & Daily Procession –10.00 Veneration of the Column – 16.00 Office

02/04/2015 CELEBRAÇÕES

Holy Sepulchre: 8.00 Entrance – The Lord's Supper & Procession of the Blessed Sacrament – 14.45 Office Cenacle – S. James – S. Mark: 15.30 Pilgrimage Gethsemane: 21.00 Holy Hour

03/04/2015 CELEBRAÇÕES

Calvary: 8.00 The Lord's Passion Via Crucis: 11.30 Holy Sepulchre: 16.00 Office – 20.10 Funeral Procession

05/04/2015 CELEBRAÇÕES

Easter Sunday Holy Sepulchre: 7.30 Simple Entrance – 8.00 Solemn Mass & Procession – 17.00 Daily Procession

06/04/2015 CELEBRAÇÕES

Emmaus (Qubeibeh): 10.00 Solemn Mass (Custos) – 14.30 Vespers Holy Sepulchre: 8.00 Solemn Mass – 17.00 Daily Procession

2011 - © Gerusalemme - San Salvatore Convento Francescano St. Saviour's Monastery
P.O.B. 186 9100101 Jerusalem - tel: +972 (02) 6266 561 - email: custodia@custodia.org