Area News

Vocaciones “ven y sígueme”

O convento franciscano no Rio Jordão, após 50 anos fechado

O convento franciscano às margens do Rio Jordão havia sido fechado com toda a pressa, em 1968. Há poucos dias, no momento de desminar a área, pela primeira vez um frade franciscano da Custódia da Terra Santa pôde entrar nele, a pedido da associação Halo Trust, há tempos empenhada em remover as minas à margem ocidental do rio, onde se situa o episódio do Batismo de Jesus.
Desde 1967, por causa da guerra entre Israel e Jordânia, toda aquela área havia sido fechada aos peregrinos e turistas, porque o enorme campo de 55 hectares havia sido minado e declarado zona militar. Somente em 2000, por causa da visita do Papa João Paulo II à Terra Santa, havia sido aberto um pequeno acesso e depois, em 2011, as Autoridades de Israel limparam pequena parte do terreno a fim de torná-lo acessível aos peregrinos.
Desde janeiro de 2018, pouco a pouco, Halo Trust retirou as minas de todos o território pertencente às Igrejas cristãs: as de rito católico, grego-ortodoxo, armeno, copto, etíope, rumeno, sírio e russo.
No mês de julho, foi a vez do terreno dos franciscanos, representantes da Igreja de rito católico. Primeiramente retiraram as minas da estrada principal que dá acesso à igreja, depois desminaram o entorno e o interior da igreja. Não foi encontrado nenhum material suspeito dentro da igreja e do convento, mas os operários da Halo Trust pediram que fossem removidos todos os objetos.
"No dia 16 de julho , entrei no convento - conta Fr. Sergey Loktionov -. Encontramos coisas que pertenciam aos Frades: paramentos sacros, objetos litúrgicos, candelabros, livros, altares portáteis. Parece que os Frades saíram com pressa, porque também o registro das missas dos peregrinos foi abandonado sobre a mesa do refeitório com a caneta dentro! A última missa registrada é a de 07 de janeiro de 1968, celebrada por um grupo vindo da Nigéria. Também na cozinha encontramos objetos de uso quotidiano: panelas, chaleiras, talheres, bebidas!" disse Fr. Sergey. Os objetos foram levados embora, juntamente com uma série de altares móveis, usados pelos peregrinos a fim de celebrar a missa às margens do rio. O Frade disse que, na próxima Epifania, quando, costumeiramente se vai ao rio Jordão a fim de festejar o Batismo do Senhor, as Igrejas deverão retomar a posse dos respectivos territórios.
Segundo recordações históricas, os Franciscanos realizam a peregrinação anual a esse local, ao menos desde 1641. Em 1932, a Custódia da Terra Santa adquiriu o terreno no qual foi edificada a igreja, benta em 1956.
Beatrice Guarrera

2018-07-23

Share
  • Agosto
    • SE
    • TE
    • QU
    • QU
    • SE
    • SA
    • DO
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    • 6
    • 7
    • 8
    • 9
    • 10
    • 11
    • 12
    • 13
    • 14
    • 15
    • 16
    • 17
    • 18
    • 19
    • 20
    • 21
    • 22
    • 23
    • 24
    • 25
    • 26
    • 27
    • 28
    • 29
    • 30
    • 31

Calendário

01/04/2015 CELEBRAÇÕES

Gethsemane: 8.00 Mass (Passion sung) Holy Sepulchre: 8.00 Mass (Passion sung) & Daily Procession –10.00 Veneration of the Column – 16.00 Office

02/04/2015 CELEBRAÇÕES

Holy Sepulchre: 8.00 Entrance – The Lord's Supper & Procession of the Blessed Sacrament – 14.45 Office Cenacle – S. James – S. Mark: 15.30 Pilgrimage Gethsemane: 21.00 Holy Hour

03/04/2015 CELEBRAÇÕES

Calvary: 8.00 The Lord's Passion Via Crucis: 11.30 Holy Sepulchre: 16.00 Office – 20.10 Funeral Procession

05/04/2015 CELEBRAÇÕES

Easter Sunday Holy Sepulchre: 7.30 Simple Entrance – 8.00 Solemn Mass & Procession – 17.00 Daily Procession

06/04/2015 CELEBRAÇÕES

Emmaus (Qubeibeh): 10.00 Solemn Mass (Custos) – 14.30 Vespers Holy Sepulchre: 8.00 Solemn Mass – 17.00 Daily Procession

2011 - © Gerusalemme - San Salvatore Convento Francescano St. Saviour's Monastery
P.O.B. 186 9100101 Jerusalem - tel: +972 (02) 6266 561 - email: custodia@custodia.org