Belém

Vocaciones “ven y sígueme”

Belém

Belém - Basílica da Natividade

A gruta da Natividade é o lugar onde Jesus nasceu da Virgem Maria, segundo a tradição. Sobre a Gruta foi edificada a basílica com cinco naves, na qual se entra por uma humilde porta. Ao redor da Gruta da Natividade estão outras grutas coligadas em memória de São Jerônimo. Ao lado da basílica está a igreja de Santa Catarina, precedida de um pequeno claustro.

 

A tradição Cristã

Depois dos evangelhos, o testemunho mais antigo sobre o lugar do nascimento de Jesus, é do filósofo e martir Justino ( II sec.), originário de Flavia Neápolis, atual Nablus, na Palestina: “ No momento do nascimento do menino em Belém, não havendo lugar para se hospedarem, José os abrigou em uma gruta próxima à cidade, e enquanto estavam alí, Maria deu a luz o Cristo e o colocou em uma mangedoura, onde os Magos vindos da arábia o encontraram”. Em particular a menção da Gruta como sendo o lugar escolhido por José, é reconhecida como um eco da viva tradição local, também atestada no antiquíssimo apócrifo “Proto Evangelho de Tiago” (II sec.), repetida por Orígenes (III sec.), e na base de toda a história sucessiva do santuário de Belém. Esta mesma gruta foi circundada de magníficas contruções do imperador Constantino e de sua mãe Helena, não muito depois de 325 d.C., como nos narra o historiador Eusébio de Cesaréia, contemporâneo aos fatos.
No ano de 386, São Jerônimo se estabeleceu junto a basílica, com a notável senhora romana Paula e outros seguidores, vivendo uma vida monástica, dedicando-se ao estudo da Bíblia e produzindo sua célebre versão latina (Vulgata), que posteriormente se tornou a versão oficial da Igreja do ocidente.

A basílica do IV século foi substituída dois séculos depois, por uma outra de maiores dimensões, aquela que permanece até os dias de hoje. Na época dos cruzados (XII séc.) as paredes foram enriquecidas de preciosos mosaicos tendo suas bases encrustadas de ouro e madre pérola, dos quais ainda restam amplos fragmentos com cenas do Novo Testamento (no transpeto com inscrições latinas), e a representação simbólica dos concílios ecumênicos (na nave com inscrições gregas). Acima das colunas da nave numa linha de medalhões estão retratados os antepassados de Jesus (com dizeres latinos). Um dos anjos representado em atitude de adoração na parede esquerda, tem sob os pés uma inscrição em latim e siríaco com o nome do artista, o pintor Basílio. Escavações feitas nos anos de 1934-35 ( do governo mandatário inglês), trouxeram a luz consideráveis partes dos mosaicos do piso da basílica constantiniana, alguns dos quais são visíveis tanto na nave quanto no transepto da basílica.
Os franciscanos, que estão presentes em Belém desde 1347, possuem ao lado da basílica da Natividade o próprio convento e uma igreja dedicada a mártir S. Catarina. A igreja é datada do XII século e foi sendo constantemente ampliada.

 

Planta da Basílica da Natividade

Planta da Basílica da Natividade

1. Entrada
2. Nartece
3. Nave
4. Transeptos
5. Entrada da Gruta
6. Gruta da Natividade e da Mangedoura (Presépio)
7. Igreja Paroquial de S. Catarina
8. Sacristia
9. Claustro medieval
10. Entrada do convento franciscano

Relato bíblico do nascimento de Jesus

Jesus

Naqueles dias, saiu um decreto do imperador Augusto mandando fazer o recenseamento de toda a terra — o primeiro recenseamento, feito quando Quirino era governador da Síria. Todos iam registrar-se, cada um na sua cidade. Também José, que era da família e da descendência de Davi, subiu da cidade de Nazaré, na Galiléia, à cidade de Davi, chamada Belém, na Judéia, para registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida. Quando estavam ali, chegou o tempo do parto. Ela deu à luz o seu filho primogênito, envolveu-o em faixas e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria. Havia naquela região pastores que passavam a noite nos campos, tomando conta do rebanho. Um anjo do Senhor lhes apareceu, e a glória do Senhor os envolveu de luz. Os pastores ficaram com muito medo. O anjo então lhes disse: “Não tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que será também a de todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós o Salvador, que é o Cristo Senhor! E isto vos servirá de sinal: encontrareis um recém-nascido, envolto em faixas e deitado numa manjedoura”. De repente, juntou-se ao anjo uma multidão do exército celeste cantando a Deus: “Glória a Deus no mais alto dos céus, e na terra, paz aos que são do † seu agrado!”.
Quando os anjos se afastaram deles, para o céu, os pastores disseram uns aos outros: “Vamos a Belém, para ver a realização desta palavra que o Senhor nos deu a conhecer. Foram, pois, às pressas a Belém e encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura. Quando o viram, contaram as palavras que lhes tinham sido ditas a respeito do menino. Todos os que ouviram os pastores ficavam admirados com aquilo que contavam. Maria, porém, guardava todas estas coisas, meditando-as no seu coração.

(Lucas 2, 1-19)

 

Textos Bíblicos

A visita dos Magos
Depois que Jesus nasceu na cidade de Belém da Judéia, na época do rei Herodes, alguns magos do Oriente chegaram a Jerusalém, perguntando: “Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo”. Ao saber disso, o rei Herodes ficou alarmado, assim como toda a cidade de Jerusalém. Ele reuniu todos os sumos sacerdotes e os escribas do povo, para perguntar-lhes onde o Cristo deveria nascer. Responderam: “Em Belém da Judéia, pois assim escreveu o profeta: “E tu, Belém, terra de Judá, de modo algum és a menor entre as principais cidades de Judá, porque de ti sairá um príncipe que será o pastor do meu povo, Israel”. Então Herodes chamou, em segredo, os magos e procurou saber deles a data exata em que a estrela tinha aparecido. Depois, enviou-os a Belém, dizendo: “Ide e procurai obter informações exatas sobre o menino. “E, quando o encontrardes, avisai-me, para que também eu vá adorá-lo”. Depois que ouviram o rei, partiram. E a estrela que tinham visto no Oriente ia à frente deles, até parar sobre o lugar onde estava o menino. Ao observarem a estrela, os magos sentiram uma alegria muito grande. Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele e o adoraram. Depois abriram seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra. Avisados em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram para a sua terra, passando por outro caminho.
(Mateus 2, 1-12)

Fuga para o Egito e massacre dos inocentes
Depois que os magos se retiraram, o anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. José levantou-se, de noite, com o menino e a mãe, e retirou-se para o Egito; e lá ficou até à morte de Herodes. Assim se cumpriu o que o Senhor tinha dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu filho”. Quando Herodes percebeu que os magos o tinham enganado, ficou furioso. Mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, de acordo com o tempo indicado pelos magos. Assim se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias: “Ouviu-se um grito em Ramá, choro e grande lamento: é Raquel que chora seus filhos e não quer ser consolada, pois não existem mais”.
(Mateus 2, 13-18)

Oração

Guia. Neste lugar santo no qual foi manifestada a bondade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor pelos homens, elevemos nossa oração a Deus, Pai de nosso senhor Jesus Cristo, nascido da Virgem Maria, confiantes na sua onipotência e misericórdia.
Todos. Senhor, escutai a nossa prece.



1. Pela Igreja espalhada por toda a terra, para que em todo tempo e lugar acolha e anuncie o Cristo, a quem a virgem Maria concebeu e gerou de modo inefável, rezemos:

2. Por todos os povos da terra, para que no Filho de Deus, nascido de Maria e feito concidadão do mundo, reconheçam e acolham a única salvação e a verdadeira paz. Rezemos.

3. Pelas autoridades políticas e por todos que atuam na área da saúde, para que no respeito dos valores fundamentais protejam a vida desde a sua concepção e promovam a assistência as mães grávidas. Rezemos:

4. Por aqueles que tem a alegria de crer em Cristo, para que iluminados pelo Espírito Santo possam acolher a mensagem de Paz que o Natal de Jesus oferece a cada pessoa de boa vontade. Rezemos

5. Por nós pelegrinos, e por toda a humanidade, para que a graça de Belém nos ajude a acolher de Maria o dom do Salvador sempre de novo, e a anuncià-Lo com a vida e a palavra. Rezemos:



Guia: O Pai, que não deixais desiludidos quantos esperam em vós, acolhei as nossas súplicas pela intercessão de Maria, mãe de Jesus Cristo, vosso filho, que é, que era e que virá. Ele que vive e reina pelos séculos dos séculos.
Todos: Amém.

 

Informações

Belém

Convento di Terra Santa

P.O.B. 588
91001 Jerusalem
Tel.: 970-2-274.24.25
Fax: 970-2-277.61.71

Casa Nova

Tel.: 970-2-274.39.81
Fax: 970-2-274.35.40

www.casanovapalace.com


Horário de abertura do Santuário:

Verão: 6.00-19.30

Inverno: 5.00-17.00

  • Dezembro
    • SE
    • TE
    • QU
    • QU
    • SE
    • SA
    • DO
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    • 6
    • 7
    • 8
    • 9
    • 10
    • 11
    • 12
    • 13
    • 14
    • 15
    • 16
    • 17
    • 18
    • 19
    • 20
    • 21
    • 22
    • 23
    • 24
    • 25
    • 26
    • 27
    • 28
    • 29
    • 30
    • 31

Calendário

01/04/2015 CELEBRAÇÕES

Gethsemane: 8.00 Mass (Passion sung) Holy Sepulchre: 8.00 Mass (Passion sung) & Daily Procession –10.00 Veneration of the Column – 16.00 Office

02/04/2015 CELEBRAÇÕES

Holy Sepulchre: 8.00 Entrance – The Lord's Supper & Procession of the Blessed Sacrament – 14.45 Office Cenacle – S. James – S. Mark: 15.30 Pilgrimage Gethsemane: 21.00 Holy Hour

03/04/2015 CELEBRAÇÕES

Calvary: 8.00 The Lord's Passion Via Crucis: 11.30 Holy Sepulchre: 16.00 Office – 20.10 Funeral Procession

05/04/2015 CELEBRAÇÕES

Easter Sunday Holy Sepulchre: 7.30 Simple Entrance – 8.00 Solemn Mass & Procession – 17.00 Daily Procession

06/04/2015 CELEBRAÇÕES

Emmaus (Qubeibeh): 10.00 Solemn Mass (Custos) – 14.30 Vespers Holy Sepulchre: 8.00 Solemn Mass – 17.00 Daily Procession

2011 - © Gerusalemme - San Salvatore Convento Francescano St. Saviour's Monastery
P.O.B. 186 9100101 Jerusalem - tel: +972 (02) 6266 561 - email: custodia@custodia.org