Tabgha e Magdala

Vocaciones “ven y sígueme”

Tabgha e Magdala

Tabgha - Chiesa del Primato di Pietro

Os peregrinos seguindo a tradição deixada pelos cristãos que viveram ininterruptamente em Cafarnaum desde os tempos de Jesus, afirmam ser Tabgha o palco de três eventos relatados nos evangelhos: a multiplicação dos pães, a aparição do Cristo Ressuscitado aos apóstolos e o sermão das Bem-aventuranças.

Seguindo em direção a tiberíades, após a planície de Ghinnosar, chega-se a Magdala, lugar do qual traz o nome Maria Madalena, a ardente discípula do Senhor.

 

A tradição Cristã

“Não muito distante (de Cafarnaum), se avistam degrais de pedras, sobre os quais esteve o Senhor. Lá, junto ao mar, existe um campo verde, com feno abundante e muitas palmas, e próximo a este lugar estão sete fontes, de cada uma delas brota água abundante; foi neste campo que o senhor saciou uma multidão de pessoas com cinco pães e dois peixes. A pedra sobre a qual o senhor colocou os pães foi transformada em altar... próximo a parede da igreja passa a via pública, onde Mateus tinha o seu telônio. Sobre um monte vizinho está o lugar onde o Senhor subiu para proferir as bem-aventuranças”. Este texto, conservado num opúsculo medieval sobre os lugares santos é atribuído a peregrina Egéria (381-384 d.C.), constitui o mellhor atestado de localização dos eventos evangélicos em Tabgha, nome que tem sua origem na deformação do grego Heptápegon (sete fontes). Na planície, entre as fontes, está situada a igreja da multiplicação dos pães (trazida à luz no ano de 1932 pelo monge beneditino E. Mader), com seus antigos mosaicos do gênero nilotico e a célebre rocha debaixo do altar diante o qual estão representados os pães e os peixes utilizados por Jesus para saciar a multidão. Sobre o monte vizinho surge o santuário das Bem-aventuranças: o antigo, mais abaixo, junto a estrada (escavado em 1936 pelo padre B. Bagatti) e o novo santuário (Arquiteto A. Barluzzi, 1938), sobre um outeiro mais elevado.

Tabgha

Tabgha - Mappa del luogo

1. Santuario del Primato.
2. Piccolo castello crociato.
3. Santuario antico delle Beatitudini.
4. Santuario della moltiplicazione dei pani.
5. Torre d’acqua bizantina di forma poligonale, Birket Ali edh- Dhaber.
6. Mulini ad acqua (epoca recente).
7. Torre d’acqua bizantina di forma circolare, Hammam Ayyub.

 

Primato di Pietro

Tabgha - mappa dei resti archeologici

1. Roccia sacra Mensa Christi.
2. Resti della chiesa del IV-V secolo.
3. Banco roccioso e gradini menzionati da Egeria.
4. Sei pietre a forma di cuore chiamate Dodici Troni (di epoca bizantina e araba V-IX sec. d.C.).

La chiesetta del Primato fu ricostruita sopra i resti antichi nel 1933 e restaurata nel 1982.

Texto bíblico

A primeira multiplicação dos pães
Ao sair do barco, Jesus viu uma grande multidão e encheu-se de compaixão por eles, porque eram como ovelhas que não têm pastor. E começou, então, a ensinar-lhes muitas coisas. Já estava ficando tarde, quando os discípulos se aproximaram de Jesus e disseram: “Este lugar é deserto e já é tarde. Despede-os, para que possam ir aos sítios e povoados vizinhos e comprar algo para comer”. Mas ele respondeu: “Vós mesmos, dai-lhes de comer”! Os discípulos perguntaram: “Queres que gastemos duzentos denários para comprar pão e dar de comer a toda essa gente?” Jesus perguntou: “Quantos pães tendes? Ide ver”. Eles foram ver e disseram: “Cinco pães e dois peixes”. Então, Jesus mandou que todos se sentassem, na relva verde, em grupos para a refeição. Todos se sentaram, em grupos de cem e de cinqüenta. Em seguida, Jesus tomou os cinco pães e os dois peixes, ergueu os olhos ao céu, pronunciou a bênção, partiu os pães e ia dando-os aos discípulos, para que os distribuíssem. Dividiu, também, entre todos, os dois peixes. Todos comeram e ficaram saciados, e ainda encheram doze cestos de pedaços dos pães e dos peixes. Os que comeram dos pães foram cinco mil homens.

(Marcos 6,34-44)

 

Magdala

Magdala - resti del basolato della strada romana

A cidade vizinha, Magdala, era uma das mais importantes da Galiléia. Os escavos conduzidos pelos padres V. Corbo e S. Loffreda entre os anos de 1971 e 1977, trouxeram à luz parte da cidade romana ( séc. I a.C. – séc. IV d.C.) e restos que indicam a proximidade de um edifício eclesiástico da época bizantina e árabe (séc. V-IX d.C.). O vilarejo se tornou célebre porque segundo a tradição cristã, trata-se do lugar de nascimento de Maria Madalena, fiel seguidora de Jesus. A figura desta mulher é colocada em relevo por sua visão de Jesus ressuscitado (Marcos 16, 1-10), como também a missão de anunciar a ressurreição aos apóstolos (Jo. 20,1-18).

Oração

Guia. A Deus, que na sua providência edificou a Igreja sobre a rocha de Pedro e dos Apóstolos, elevemos nossas preces. Todos. Senhor, escutai a nossa prece.

1. Pelo Papa, sucessor de Pedro, para que preceda a todos no amor indefectível por Cristo, o Bom Pastor que deu sua vida por suas ovelhas. Rezemos:
2. Por todos os que crêem no Cristo, para que pastores e fiéis se esforcem pela promoção da unidade da Igreja, dilacerada por divisões e discórdias. Rezemos:
3. Pelos governantes dos povos e nações, para que vejam na Igreja de Cristo, sinal e instrumento de unidade de todo o gênero humano. Rezemos:

4. Pelos fiéis católicos, para que sintam a graça e a responsabilidade de fazer parte da Igreja, guiada pelo Papa e pelos bispos no vínculo da unidade, da caridade e da paz. Rezemos:
5. Por aqueles que passam por sofrimentos e provas, para que nada e ninguém os separe do amor salvífico de Cristo. Rezemos:
6. Por nós peregrinos, para que a memória do seguimento de Pedro e dos Apóstolos, de Maria Madalena e dos primeiros discípulos, renovem em nós a graça do discipulado. Rezemos:



Guia. Oh Deus, supremo pastor dos fiéis, guardai com amor o rebanho de vosso filho e reuni na integridade da fé e no vínculo da caridade aqueles que consagrastes por um único batismo. Por Cristo nosso Senhor. Todos: Amém.

 

Info

Vista dall'alto degli scavi di Magdala

Chiesa di Tabgha

P.O.B. 1931 - Tabgha
14101 Tiberias
ISRAEL

Tel.: 04-672.47.67
Fax: 04-671.69.62


Orario d’apertura del santuario

8.00-16.50

  • Abril
    • SE
    • TE
    • QU
    • QU
    • SE
    • SA
    • DO
    • 1
    • 2
    • 3
    • 4
    • 5
    • 6
    • 7
    • 8
    • 9
    • 10
    • 11
    • 12
    • 13
    • 14
    • 15
    • 16
    • 17
    • 18
    • 19
    • 20
    • 21
    • 22
    • 23
    • 24
    • 25
    • 26
    • 27
    • 28
    • 29
    • 30

Calendário

01/04/2015 CELEBRAÇÕES

Gethsemane: 8.00 Mass (Passion sung) Holy Sepulchre: 8.00 Mass (Passion sung) & Daily Procession –10.00 Veneration of the Column – 16.00 Office

02/04/2015 CELEBRAÇÕES

Holy Sepulchre: 8.00 Entrance – The Lord's Supper & Procession of the Blessed Sacrament – 14.45 Office Cenacle – S. James – S. Mark: 15.30 Pilgrimage Gethsemane: 21.00 Holy Hour

03/04/2015 CELEBRAÇÕES

Calvary: 8.00 The Lord's Passion Via Crucis: 11.30 Holy Sepulchre: 16.00 Office – 20.10 Funeral Procession

05/04/2015 CELEBRAÇÕES

Easter Sunday Holy Sepulchre: 7.30 Simple Entrance – 8.00 Solemn Mass & Procession – 17.00 Daily Procession

06/04/2015 CELEBRAÇÕES

Emmaus (Qubeibeh): 10.00 Solemn Mass (Custos) – 14.30 Vespers Holy Sepulchre: 8.00 Solemn Mass – 17.00 Daily Procession

2011 - © Gerusalemme - San Salvatore Convento Francescano St. Saviour's Monastery
P.O.B. 186 9100101 Jerusalem - tel: +972 (02) 6266 561 - email: custodia@custodia.org