A Custódia e sua história na Terra Santa

“Não sem um designo providencial, as façanhas históricas do século XIII trouxeram à Terra Santa a Ordem dos Frades Menores. Os filhos de São Francisco, daquele momento em diante, permaneceram na Terra de Jesus para servir a Igreja Local e para custodiar, restaurar e proteger os Lugares Santos”. Paulo VI Nobis in animo”


Nobis in animo - Paolo VI


“Custodiar significa antes de tudo amar, cuidar, estar ao alcance do coração, estar próximo. Custodiar, para nós hoje, significa estar sobre estes lugares, dar-lhes vida com a liturgia, pregando e animando-os”

Frei Pierbattista Pizzaballa

Os principais protagonistas dos Lugares Santos são os frades menores. Eles cumprem a sua missão nesta terra, impulsionados por seu fundador, São Francisco de Assis, que aqui os veio visitar em 1217.

Depois disso, sempre colheram os desafios dos tempos para poder transmitir a Graça dos Lugares Santos a toda a humanidade e para partilhar a sua vida com as “pedras vivas”, ou seja, as Comunidades Cristãs locais.



A presença Franciscana na Terra Santa